Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
VÍDEOS: EPTV 2 região de Piracicaba deste sábado, 25 de maio
Assista aos vídeos com reportagens das regiões de Piracicaba e Campinas. Assista aos vídeos com reportagens das regiões de Piracicaba e Campinas.
Sat, 25 May 2019 22:38:17 -0000
VÍDEOS: EPTV 2 região de Campinas deste sábado, 25 de maio
Assista aos vídeos com reportagens das regiões de Campinas e Piracicaba. Assista aos vídeos com reportagens das regiões de Campinas e Piracicaba.
Sat, 25 May 2019 22:38:14 -0000
VÍDEOS: NSC Notícias deste sábado, 25 de maio

Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina.  Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina. 
Sat, 25 May 2019 22:37:57 -0000
BNDES dará acompanhamento e suporte ao governo do RS em privatizações e concessões

Eduardo Leite e presidente da instituição, Joaquim Levy, firmaram acordo durante encontro do Cosud, em Gramado. Governadores manifestam apoio à reforma da Previdência e à MP do Saneamento. Encontro reuniu governadores do Sul e Sudeste do país em Gramado Kelly Veronez/RBS TV O governo do Rio Grande do Sul firmou um acordo de cooperação com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES), prevendo que a instituição preste consultoria técnica ao estado na modelagem das concessões e privatizações. O termo foi assinado neste sábado (25), durante o encontro dos governadores dos estados que compõem o Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), em Gramado, na Serra do Rio Grande do Sul. De acordo com o presidente do BNDES, Joaquim Levy, o acordo firmado com o governo gaúcho prevê que o banco estabeleça um modelo da venda de ativos do estado para a iniciativa privada. "Isso nos permite começar a estruturar o redimensionamento para a CEEE, para a SulGás, para, também, as rodovias, enfim, vários ativos que a gente pode dinamizar, trazendo mais riquezas e ampliando a atuação", afirmou. O acordo prevê o ressarcimento ao banco pela contratação de consultorias, segundo afirmou Eduardo Leite. "Ele dá o seu próprio suporte técnico, e também através de consultorias que são contratadas pelo BNDES, para dar esse suporte, ressarcindo-se depois na execução", explicou o governador gaúcho. Previdência e saneamento Além de Eduardo Leite, participaram do encontro os governadores Carlos Moisés (SC), Ratinho Júnior (PR), João Doria (SP), Renato Casagrande (ES) e Romeu Zema (MG) e o vice-governador do RJ, Cláudio Castro. Eles debateram temas como a prestação de serviços públicos e formas de enfrentar as dificuldades financeiras. Em um documento intitulado Carta de Gramado, os governadores manifestaram apoio à reforma da Previdência. "Não se construirá um cenário que combine estabilidade econômica e políticas sustentáveis enquanto tivermos estados em desequilíbrio fiscal, cuja causa muitas vezes é a própria estrutura previdenciária", aponta trecho do documento. O texto também cita a Medida Provisória 868/2018, que abre a possibilidade de privatizar empresas estaduais responsáveis pelo saneamento básico e fixa prazo para o fim dos lixões.
Sat, 25 May 2019 22:36:41 -0000
Coral Infantil da UFV apresenta musical neste domingo em Viçosa

O Pianíssimo conta a história de um piano encantado que muda a vida das pessoas com suas harmonias e melodias contagiantes. Coral Infantil da UFV em apresentação do musical Os Saltimbancos UFV/Divulgação O Coral Infantil da UFV apresenta neste domingo (26) o musical O Pianíssimo, de autoria do músico e compositor Tim Rescala, em Viçosa. A história é sobre um piano encantado que muda a vida das pessoas com suas harmonias e melodias contagiantes. A apresentação será às 17h no Espaço Acadêmico-Cultural Fernando Sabino. O Coral tem a regência do maestro Ciro Tabet e conta com 36 integrantes, com idades entre 8 e 15 anos. O Pianíssimo será o segundo musical apresentado pelo grupo, que já levou Os Saltimbancos para o palco. Segundo o maestro, a nova apresentação significa um desafio, uma vez que se trata de um processo bem mais complexo do que uma simples apresentação de coral. É preciso saber contar o início, meio e fim de uma história com falas e cantos. Os ingressos custam R$ 12,00 (meia-entrada) e podem ser adquiridos com os pais ou responsáveis pelos coralistas ou no local da apresentação. Outras informações pelo telefone: (31) 3899-2652.
Sat, 25 May 2019 22:36:33 -0000
Com seis rotas para transporte de produtos, Feira de Santana teve maior crescimento industrial da Bahia nos últimos anos

Cidade é um dos maiores e mais importantes entroncamentos rodoviários e centros logísticos do país. Setor de serviços, que responde por dois terços da economia, chega a 74%. Feira de Santana é a cidade da Bahia com o maior crescimento industrial no estado nos últimos dez anos. A expansão é explicada pela localização do município. Cortada por seis rodovias, sendo três federais (BR-324, BR-101, BR-116) e três estaduais (BA-052, BA-502 e BA-503), o município é um dos maiores e mais importantes entroncamentos rodoviários e centros logísticos do Brasil. Neste sábado (25), a TV Bahia exibiu a terceira reportagem do projeto "Avança", que trata sobre o desenvolvimento econômico do estado, e mostra segmentos que são destaque, setores com alta produtividade, exemplos de negócios e utilização de tecnologia. Saiba tudo sobre o Avança Avança: Sabe tudo sobre a economia da região de Feira de Santana? Faça o teste Passam em Feira de Santana os produtos que saem do oeste agrícola, da fruticultura do norte e das indústrias do sul e do sudeste. Com isso, a maioria dos produtos que entra em Salvador, por terra, precisa passar na cidade, que é conhecida como "Princesinha do Sertão". O setor de serviços, que responde por dois terços da economia do estado, chega a 74% em toda a região de Feira de Santana. Um pátio de triagem, instalado em um trecho da BR-324 que fica na cidade, é um exemplo da importância da localização da cidade e do impacto da logística do transporte na economia da região. Os caminhões com soja, que vêm do oeste baiano, param na cidade para esperar a autorização de descarga no Terminal Portuário Cotegipe, na Baía de Aratu, já na região metropolitana. O fluxo no local chega a 400 caminhões por dia. Consumidores de pelos menos 80 municípios vizinhos de Feira de Santana fazem compras na cidade, que também é sede de grandes empresas, como uma atacadista de alimentos que tem mais de 500 colaboradores. A empresa tem três unidades de onde saem mercadorias que abastecem quase toda a Bahia. O dono, o empresário Roque Santos, conta que a ideia de criar o negócio surgiu com o pai dele, há 35 anos. Na década de 1980, a criação do extinto Centro Industrial do Subaé (CIS) proporcionou a instalação de muitas empresas de pequeno, médio e grande porte. Entre elas, uma fábrica de pneus, que chegou no município há 33 anos. Na época, a economia da região ainda era a oitava da Bahia. Atualmente, a unidade é uma das três existentes no país e é a maior exportadora de Feira de Santana. A empresa representa 80% das exportações da cidade. Além dela, há também uma fábrica de borracha no município. Com matriz no Rio Grande do Sul, a empresa tem três unidades em todo o Brasil, mas a de Feira de Santana é a maior. Ela funciona 24 horas e tem mais de mil funcionários. Implantada há 11 anos, a unidade se consolidou como uma das maiores do Brasil no segmento de borracha, com produção de quase 5 mil toneladas por mês. BR-324, entre Km 543 (Amélia Rodrigues) e Km 531 (Feira de Santana), sentido Salvador Reprodução/ Via Bahia
Sat, 25 May 2019 22:35:15 -0000
Frio e epidemia de dengue fazem cair doações de sangue no hemocentro de Araçatuba

Hemonúcleo de Araçatuba fornece sangue para atender moradores de 42 municípios da região. Ideal seria coletar todos os dias sangue de pelos menos 50 até 70 pessoas. Frio e epidemia de dengue fazem cair doações de sangue nos hemocentros da região O frio que chegou na região noroeste paulista e a epidemia de dengue em muitas cidades têm diminuído as doações de sangue nos hemocentros, principalmente no de Araçatuba (SP). A sala de coleta tem passado a maior parte do dia com as cadeiras vazias. O hemonúcleo de Araçatuba fornece sangue para atender moradores de 42 municípios da região. Por isso, o ideal seria coletar todos os dias sangue de pelos menos 50 até 70 pessoas. Mas essa quantidade atualmente não ultrapassa 40. O resultado reflete no estoque de bolsas de sangue, que baixou 40% em uma semana e deixou o hemonúcleo em estado de alerta. A queda nas doações pode até por em risco, inclusive, o funcionamento de 18 hospitais da região, que dependem das bolsas para realizar cirurgias, por exemplo. Segundo a agente de capacitação de doadores Aline Durante normalmente no frio as doações tendem a cair mesmo, mas dessa vez tem o agravante provocado pela dengue. “A questão da dengue atrapalha muito, porque a nossa maior parte de doadores é da região, e muitas cidades enfrentam esse problema, isso atrapalha muito”, afirma. O que tem ajudado um pouco são as campanhas de incentivo feitas por instituições para mobilizar doadores. Um grupo com 15 pessoas saiu de Valparaíso (SP) para doar sangue. “Do mesmo jeito que muitas pessoas precisam de sangue, eu posso precisar um dia e é importante então fazer a doação”, afirma o estudante Luan Goes. Estoque de sangue no hemocentro de Araçatuba está baixo Reprodução/TV TEM Veja mais notícias da região em G1 Rio Preto e Araçatuba
Sat, 25 May 2019 22:34:08 -0000
Homem é preso com cerca de 50 mil pinos de cocaína em Jacareí

Prisão foi feita por policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes. Homem é preso com 50 mil pinos de cocaína em São José dos Campos Ocorrência 24 horas/Reprodução A Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) apreendeu cerca de 50 mil pinos de cocaína na madrugada deste sábado (25) em Jacareí. Policiais da Dise já vinham monitorando um suspeito de levar drogas para a zona leste da cidade. Na madrugada deste sábado, eles abordaram o suspeito na Dutra, próximo ao pedágio de Jacareí. No carro do homem, os policiais encontraram cerca de 50 mil pinos de cocaína. O homem foi preso em flagrante por tráfico de drogas.
Sat, 25 May 2019 22:32:32 -0000
Caminhos do café, leite e peixe encantam visitantes da Rondônia Rural Show em Ji-Paraná, RO

Salas mostram como é a produção do estado nessas culturas, principalmente na agricultura familiar. Foram apresentadas técnicas de manejo do grão e ainda degustação. Mary Porfiro/Rede Amazônica Na lista dos locais mais visitados da oitava edição da Rondônia Rural Show estão os três caminhos dos principais setores da cadeia produtiva do estado. Os caminhos do peixe, do leite e do café foram instalados na feira para mostrar ao produtor rural as técnicas e processos a serem realizados nas propriedades. No Caminho do Peixe, as três salas mostraram como a cadeia de piscicultura está distribuída no estado. Mirtes Pinheiro, gerente de aquicultura e pesca da Seagri, explica que quem não faz parte da produção rural passa assim a ter uma noção de toda esta cadeia produtiva no estado. No primeiro, vídeos mostram onde estão os produtores, as maiores áreas alagadas, fábricas de ração, frigoríficos e agroindústrias. Já no segundo ambiente os visitantes aprendem sobre as boas práticas de manejo, e na terceira sala, as políticas públicas voltadas ao setor. “O peixe em cativeiro, especialmente os nativos, é o que representa e o que projeta Rondônia para o Brasil”, afirma Mirtes. No caminho do leite os produtores rurais enfrentaram fila para tirarem dúvidas. Mary Porfiro/Rede Amazônica No caminho do leite os produtores rurais enfrentaram fila para tirarem dúvidas. Maria Damasceno mora no setor chacareiro de Theobroma (RO) desde 2005 e cria gado de leite e peixe. Ela contou ao G1 o que mais chamou a atenção durante o passeio e a primeira visita à feira. “A forma de conduzir os animais, o manejo, achei muito interessante. Achei tudo novidade, aprendi bastante, e quero saber mais ainda sobre o pasto rotacionado lá no meu cantinho”, declarou a produtora rural. Produtores durante visita às salas. Mary Porfiro/Rede Amazônica No stand do Caminho do Café, a valorização do grão e da mão de obra era evidente. Logo no início eram exibidos vídeos sobre o trabalho feminino nas lavouras de café do estado. Representantes da Aliança Internacional das Mulheres do Café deixaram seus depoimentos em vídeo para inspirar outras pessoas, como a estudante Valéria Pereira, de 23 anos, que quer ser engenheira agrônoma. "Eu já pensava em trabalhar com café porque é uma cultura que sempre me chamou a atenção e também porque é minha bebida predileta. E agora, assistindo a esses vídeos, tive a certeza de que preciso atuar nessa área e que a mulher que sabe o que quer vai longe", declarou. Vídeos são apresentados para produtores. Mary Porfiro/Rede Amazônica No segundo ambiente, foi técnicas de manejo para quem lida com o grão no dia a dia e na saída, a degustação. Foram distribuídos copos de café quente e gelado, para que os visitantes pudessem saborear o que é plantado em Rondônia. Caminhos do café encantam visitantes da Rondônia Rural Show 2019 Mary Porfiro/Rede Amazônica Veja mais notícias no G1 Ji-Paraná e Região Central
Sat, 25 May 2019 22:31:52 -0000
Gatunas cantam o poder das mulheres da Paraíba no Som Nascente

Vocalistas do grupo falam sobre projeto e cantam inéditas no sétimo episódio da terceira temporada do programa de música do G1 Paraíba. Gatunas - Fula (no Som Nascente) Elas querem é poder! A frase que abre a faixa “Todas as Mulheres do Mundo”, de Rita Lee, é o lema que a banda Gatunas, de João Pessoa, carrega em suas letras e em seu posicionamento político dentro e fora dos palcos. Surgida a partir de um tributo à “Rainha do Rock Brasileiro”, a banda é a convidada deste sétimo episódio da terceira temporada do Som Nascente, programa de música do G1 Paraíba em parceria com a Cabo Branco FM, que foi ao ar neste sábado (25). OUÇA A ENTREVISTA. Reveja a 1ª temporada do Som Nascente Reveja a 2ª temporada do Som Nascente Reveja a 3ª temporada do Som Nascente A banda começou em 2017, a partir de um projeto chamado “Ciranda de Maluca”, criado pelo cantor Escurinho. “Ele me convidou para fazer esse show em tributo a Rita Lee e eu procurei umas amigas pra somar comigo e aí achei Ruanna Gonçalves, que convidou nosso baterista e a primeira vocalista, Jamila, pra cantar conosco”, explica a baixista e vocalista Morgana Morais. Ainda sem nome oficial, a banda ensaiou por uma semana para este show e, com a repercussão positiva, resolveu fazer outras apresentações de tributo. “A gente passou cerca de um ano fazendo esse especial Rita Lee. Só que não tínhamos nome, então a partir da faixa ‘Todas as Mulheres do Mundo’, onde ela canta ‘gatas, gatunas, quengas no cio’, achamos que Gatunas seria um bom nome para nos representar”, comenta a guitarrista e também vocalista Ruanna Gonçalves. Durante os ensaios para os shows, tanto Ruanna quanto Morgana começaram a apresentar composições autorais uma para a outra e a banda começou a trabalhar em músicas próprias. O primeiro trabalho lançado foi em parceria com a coletiva de hip-hop Sinta a Liga Crew, com o single “Escalada”. Assim como a Sinta a Liga, a banda Gatunas também tem como foco o movimento feminista e o empoderamento da mulher. “A gente participa de todos os movimentos, grupos. Queremos incentivar as mulheres em todas as esferas. As mulheres são protagonistas de suas próprias vidas e a banda é um meio de mostrar isso ao público por meio da música”, diz Ruanna. No intervalo de um ano de existência, a banda passou por mudanças na formação - as duas primeiras vocalistas, Jamila e Aysha, saíram para lançar projetos solo - mas o núcleo principal de composição, Ruanna e Morgana, permaneceu o mesmo. As duas agora também dividem os vocais e o trio é fechado com Marcondes Orange na bateria. Nesse período, a Gatunas também lançou o primeiro clipe, com a faixa “Negra de Ginga”, que saiu no início de maio deste ano. “Essa canção mostra o empoderamento feminino negro, especificamente. A ‘negra de ginga’ é aquela mulher que vai pra onde quer, sem se importar com a opinião de ninguém. A mulher negra que dança, que canta, que é livre pra fazer o que quer”, comenta Morgana. O clipe foi produzido por Hevilla Wanderley, Suedna Lima e Larissa Freitas e filmado por Jaqueline Lima. A dançarina Deyse Lopes interpreta a personagem-título. Morgana Morais e Ruanna Gonçalves, da bandas Gatunas Rosângela Gonçalves/Divulgação O grupo trabalha agora na gravação de faixas que já estavam escritas e são tocadas no show - como “Fula” e “Xote do Seixas”, que abrem e fecham esta matéria. Além destas, também existe a inédita “Remendos”, escrita por Ruanna, que foi selecionada e competiu no II Festival de Música da Paraíba. “A letra fala sobre a questão da mulher que vivenciou um relacionamento abusivo e conseguiu sair desta situação. Estamos muito felizes da canção ter sido selecionada para este festival e agradecemos a todas as pessoas que nos incentivam e apoiam. É o resultado do nosso esforço e mostra que estamos indo no caminho certo”, completa Ruanna. Gatunas - Xote do Seixas (no Som Nascente)
Sat, 25 May 2019 22:31:07 -0000

This page was created in: 0.01 seconds

Copyright 2019 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info